A GNR recuperou em Foz Côa dez redes de pesca furtadas

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal de Pinhel, hoje, dia 3 de julho, recuperou dez redes de pesca furtadas. A ação ocorreu no âmbito de uma investigação que decorria há quatro meses, pelo furto de redes de pesca, tendo sido constituído arguido um homem de 27 anos.

Os militares, depois de terem encetado várias diligências de investigação, identificaram o suspeito, tendo o mesmo entregue as redes furtadas. Foram apreendidas oito redes de malha verde com comprimento entre 35 e 100 metros, com valor aproximado de 250 euros cada uma, e duas redes de malha branca em nylon, com cerca de 100 metros, com um valor de 500 euros cada uma.

O arguido, com antecedentes criminais por crime de tráfico de estupefacientes, foi constituído arguido e sujeito à medida de termo de identidade e residência.