A GNR deteve dois homens por caça ilegal

O primeiro caso aconteceu em Figueira de Castelo Rodrigo, onde um indivíduo, de 63 anos, foi detido em flagrante delito pelo crime de caça ilegal por estar a menos de 500 metros de um parque desportivo. No seguimento da detenção foi apreendida a arma de fogo, 14 cartuchos, um estojo de transporte da arma e correspondente documentação da arma e do caçador. O detido, após ser presente ao Tribunal de Judicial de Figueira de Castelo Rodrigo, ficou interdito, durante três meses, de praticar o ato venatório e sujeito ao pagamento de 350 euros de multa, a reverter para uma Associação de Bombeiros, como relatou o capitão Cláudio Saraiva, relações públicas do Comando Territorial da GNR da Guarda.

Em Pinhel, a GNR deteve um homem, de 39 anos, por caçar durante o período da noite. No seguimento desta ação foi apreendida uma arma de caça, nove cartuchos, um estojo de transporte, documentação relativa à propriedade da arma e um pombo bravo que havia sido abatido. O detido foi presente ao Tribunal de Judicial de Pinhel, onde lhe foi aplicada a pena de multa de 250 euros e três meses de pena suspensa, como contou o relações públicas da GNR. (ouvir aqui)