A GNR da Guarda constituiu arguido um homem por furto qualificado, na localidade de Arrifana

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal da Guarda, constituiu arguido um homem de 20 anos, por três furtos qualificados, na localidade de Arrifana. A detenção ocorreu no âmbito de uma queixa apresentada no Posto Territorial da Guarda, dando conta que o arguido teria furtado da empresa de distribuição de encomendas onde trabalha, raspadinhas da Santa Casa da Misericórdia no valor de 4 mil euros, vários cheques e a quantia monetária de 650 euros.  Os militares, no decorrer das diligências, abordaram o suspeito, tendo recuperado várias raspadinhas no valor de 1 900 euros.

O suspeito, com antecedentes criminais pela prática do mesmo crime e por ofensas à integridade física, foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.