A Feira Farta nesta edição, vai contar com 412 expositores, 10 associações e está orçamentada em 190 mil euros

A Feira Farta na Guarda que vai decorrer nos dias 22 e 23 de setembro, conta com 412 expositores do concelho, 10 associações na restauração e está orçamentada em cerca de 190 mil euros. A apresentação decorreu no Solar dos Sabores nos antigos Paços do Concelho da Guarda e Álvaro Amaro fala de uma atividade económica, que já é um sucesso para todo o concelho da Guarda.

O autarca deixou os números desta Feira Farta e destacou o aumento de expositores e produtos na edição deste ano, Álvaro Amaro diz que esta Feira, tem um elevado retorno para a economia local.

O presidente da câmara da Guarda diz que num futuro próximo a Feira Farta, pode expandir-se além do recinto, Álvaro Amaro também acrescenta, que assim que o certame esteja consolidado, a autarquia deixará de pagar aos produtores para estarem presentes. Álvaro Amaro considera ainda que a médio prazo a Feira Farta, possa vir a receber produtores de outros concelhos.

Durante esta edição e no próximo ano, a Feira Farta mantém o mesmo figurino, ou seja realiza-se durante 2 dias, depois disso, Álvaro Amaro deixa em aberto a possibilidade do certame prolongar-se por mais tempo.

Para já, não há cofinanciamento garantido por fundo comunitários para a realização da Feira Farta deste ano, o Autarca diz que ao todo o certame tem um custo a rondar os 190 mil euros. Na música, Quim Barreiros e Emanuel sobem ao palco, nas noites de sábado e domingo, respetivamente.