A Feira de Antiguidades “mudou-se” para a Alameda de Santo André, o local é do agrado da maioria dos feirantes

Começou no passado domingo o clico de feiras de Antiguidades e Colecionismo na Guarda, que se prolonga durante o verão, no 1º domingo de que cada mês, a novidade foi a mudança de local, da praça velha para a Alameda de Santo André. A Radio F foi ouvir os feirantes, acerca da mudança de local, a opinião é quase unânime, o local é mais agradável.

Para Isidro Brites, que é a primeira vez que vem à Guarda, o local escolhido para a feira é bastante bom.

Jorge Pires, que é um regular vendedor nesta feira na Guarda, desvaloriza a mudança de lugar, preferindo destacar a boa organização por parte do Município da Guarda

Helena Martins, queixou-se da falta de visitantes nesta 1ª edição da Feira de Antiguidades, segundo a feirante poderá ter sido pelos vários eventos e festas, que decorreram em simultâneo na região durante o passado fim-de-semana.

Teresa Farinha, queixou-se também da falta de visitantes, segundo a expositora os turistas acabam por não passar neste local da cidade da Guarda, tornando assim mais difíceis as vendas.

O expositor Alberto Morão elogia o local bem como a organização, no entanto refere que deve haver mais divulgação por parte dos promotores, desta Feira de Antiguidades e Colecionismo.

A Rádio F foi à 1ª edição deste ano da Feira de Antiguidades e Colecionismo que decorreu no passado Domingo na Guarda, o novo local agradou à maioria dos expositores. Segundo os vendedores a ausência de um número maior de visitantes, poderá dever-se ao facto, da falta de uma maior de divulgação desta feira.