Está normalizada a devolução de macas aos Bombeiros na urgência do Hospital da Guarda

A diretora clínica da ULS da Guarda reconheceu que houve atrasos pontuais, na devolução de macas aos bombeiros na urgência do Sousa Martins, mas garante que não há falta deste equipamento no hospital da Guarda. Esta situação veio a público na semana passada e Fátima Cabral reconheceu que houve algum atraso na devolução de macas, justificou com um período de grande a afluência aos serviços hospitalares que aconteceu no passado dia 18, onde se registou um elevado fluxo de doentes na Urgência da Guarda.

A diretora clínica para os cuidados de saúde hospitalares da ULS da Guarda diz que essa situação está agora completamente normalizada. A médica Fátima Cabral garante que a urgência do Hospital da Guarda dispõe de macas suficientes para dar resposta às necessidades. (ouvir aqui)