Manuel Fonseca disse à Rádio F, que está fora de questão o encerramento da maternidade da Guarda. A haver algum ajuste nesta resposta na Beira Interior e por uma questão de racionalidade, terá que ser no distrito de Castelo Branco onde há duas maternidades. Manuel Fonseca diz que qualquer reestruturação não pode ser feita a régua e esquadro e que as pessoas não são números. O autarca de Fornos de Algodres deixa claro, se a maternidade da Guarda viesse a fechar, as grávidas do concelho de Fornos de Algodres iram naturalmente para Viseu. Ainda assim, Manuel Fonseca elogia o atual governo, por este estar a trabalhar para que sejam tomadas medidas no sentido de atenuar a falta de médicos obstetras no SNS.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close