Duas empresas assinaram contrato de compra e venda de lotes na plataforma logística, com a Câmara da Guarda

A Câmara da Guarda e duas empresas de produção e armazenagem de cogumelos assinaram contratos-promessa para a venda de lotes na plataforma logística.

Os empresários são do concelho da Guarda, vão investir na PLIE, mas ainda não foram divulgados os postos de trabalho que vão ser criados. O vice-presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro deu conta deste contrato que foi assinado recentemente.

Carlos Chaves Monteiro garante que até ao final do ano, está prevista a instalação de mais 15 empresas na PLIE. Os contratos promessa de compra e venda já foram assinados e problema que estava relacionado com os fundos comunitários, também já estará resolvido. O vice-presidente do Município da Guarda acrescenta que a Câmara teve de alterar o plano de pormenor da Plataforma Logística, para permitir a instalação de mais empresas.