A Direção da Adega de Pinhel ainda está a contabilizar os prejuízos de um assalto ocorrido na semana passada

A Direção da Adega de Pinhel ainda está a contabilizar os prejuízos de um assalto ocorrido na madrugada de quinta-feira da semana passada, ao edifício da Cooperativa.

Os larápios levaram quase 2 mil euros em dinheiro, vário material, deixaram um rasto de destruição e fugiram sem deixar vestígios, uma vez que também terão levado as gravações, como contou o presidente da Adega de Pinhel. Agostinho Monteiro considera que os autores do assalto fazem parte de um grupo organizado, uma vez que não deixaram rasto. As gravações também foram levadas pelos larápios. O caso foi entregue à Polícia Judiciária da Guarda.