Curso superior profissional no IPG ligado à indústria automóvel, pode ser o início do futuro Centro Tecnológico da Guarda

Foi assinada, ontem à tarde, a declaração de compromisso de parceria entre o Instituto Politécnico da Guarda, a Câmara da Guarda e as empresas do sector do automóvel do concelho, a A.C.I, Coficab, Dura e Sodécia, que vai possibilitar que, no próximo ano letivo, o IPG passa a ter um curso técnico superior profissional para a indústria automóvel. Como a Rádio F já tinha avançado, o novo curso vai ter 20 vagas e os alunos vão poder ter a componente prática nas empresas no decorrer do próprio curso.

O presidente da Câmara da Guarda, diz que este pode ser o princípio de um futuro Centro Tecnológico. Álvaro Amaro destacou ainda o conhecimento das empresas e do IPG para a criação do Centro Tecnológico relacionado com o ramo automóvel.

A opinião é partilhada pelo presidente do IPG. Constantino Rei diz que o futuro Centro Tecnológico vai ser o resultado dos recursos que já existem. Quanto ao curso técnico superior profissional para a indústria automóvel vai abrir com 20 vagas, uma vez que tem realidades muito específicas, nomeadamente ao nível dos estágios. Constantino Rei diz que esta oferta também tem por objetivo fixar mais jovens na Guarda, uma vez que há a possibilidade dos alunos ficarem empregados nas empresas do concelho.

Foto: Município da Guarda