A Rádio F

Estatuto Editorial da “Rádio F” 

  1. A Rádio F, é uma estação privada de radiodifusão, a emitir na cidade e Concelho da Guarda que se orienta pelos princípios da liberdade, do pluralismo e da independência, subordinada à deontologia da Comunicação Social.
  2. Procura o rigor e profundidade no apuramento dos factos, sempre com isenção e objectividade, garantindo a independência, assim como a expressão e o confronto de diversas correntes de opinião, no respeito pelos direitos da pessoa.
  3. Assume-se como independente de qualquer ideologia, do poder político e autárquico, de partidos ou associações políticas, patronais, sindicais e profissionais, bem como de entidades religiosas, económicas e financeiras.
  4. Procura, para garantia da sua autonomia, e por efeito da sua capacidade criativa, técnica e de gestão, obter a maior audiência possível na sua área de cobertura radiofónica.
  5. Respeita as leis de mercado, bem como os códigos da publicidade e de conduta, salvaguardando sempre os valores deontológicos.
  6. Produz informação isenta, distinguindo entre notícia e opinião, dará voz às partes em confronto, mediante a aplicação de critérios fundamentados na legislação em vigor.
  7. Reconhece o direito de resposta, nas condições legais a qualquer pessoa cujo bom-nome e reputação se possam considerar afectados pelo facto inverídico ou erróneo veiculado nas suas emissões.
  8. Observa na actividade informativa, as normas deontológicas do Estatuto do Jornalista, tendo em conta as leis da comunicação social.
  9. Compromete-se, pela informação, programas sociais, culturais, desportivos e de lazer, a contribuir para o desenvolvimento e reforço da identidade cultural do País e da Região onde se insere.
  10. O cumprimento deste Estatuto é preocupação diária de quantos trabalham na “Rádio F” será objecto de autoavaliação permanente.