A concelhia do PS Guarda apresentou oito personalidades, para trabalhar outras tantas áreas, tendo como horizonte as autárquicas de 2021

A concelhia do PS da lançou a iniciativa “Ouvir a Guarda – Influenciar o País”, o objetivo é apresentar propostas para as próximas eleições, quer europeias, quer legislativas e tem como horizonte as autárquicas de 2021.

No final da semana passada o PS Guarda apresentou oito personalidades que vão trabalhar em grupo outras tantas temáticas, como o setor primário, a ação social, finanças, juventude, planeamento urbanístico, economia, saúde e cultura. O líder socialista salienta que estes grupos têm como horizonte preparar o PS na Guarda, para as eleições autárquicas de 2021. Nomes como, Manuel dos Santos, Conceição Santos, Hugo Carvalho, Tatiana Fonseca, Joaquim Carreira, Rui Ribeiro, Nélia Faria e João de Almeida Santos, foram as oito personalidades escolhidas para trabalharem as oito áreas que o PS da Guarda, entende serem as necessidades para o concelho.

Confrontado se este elenco apresentado é uma espécie de Governo Sombra para o Municipio da Guarda, Agostinho Gonçalves reconhece que as temáticas apresentadas também têm alcance Municipal. Agostinho Gonçalves acrescenta ainda que este grupo, também vai ter como missão escrutinar as propostas que surgirem por parte da atual maioria na câmara da Guarda. (ouvir aqui)