O campo de futebol em Vila Cortez do Mondego, vai ser requalificado e vai passar a designar-se campo de futebol “Vale do Mondego”

O desafio foi lançado pelo presidente da Câmara da Guarda aquando da assinatura do contrato e auto de consignação da Obra de Modernização de Infraestruturas do equipamento desportivo.

O valor da obra, adjudicada à empresa Biosfera, de Pinhel, será de pouco mais de 120 mil euros e tem um prazo de execução de 150 dias. A primeira fase inclui, entre outros aspetos o aumento das dimensões do campo de jogo tanto no comprimento como na largura e instalar as infraestruturas necessárias para que possa receber um relvado sintético.

Uma obra há muito ambicionada pelo presidente do clube e da freguesia, Lúcio Valente diz que a obra foi muitas vezes prometida, mas que houve falta de vontade política.

Na resposta, o presidente da Câmara da Guarda destacou que o campo de futebol vai ser utilizado por muitas crianças, mas também não esqueceu que tinha feito esta promessa aquando da campanha eleitoral. Álvaro Amaro também lançou o desafio para que o campo se passe a designar por Campo de Futebol do Vale do Mondego.

A primeira fase da obra vai ter a duração de 5 meses e está orçada em pouco mais de 120 mil euros. No dia da inauguração o equipamento desportivo passa a designar-se por campo de futebol do Vale do Mondego. Até lá, a equipa sénior do clube continua a treinar e a jogar no campo do Zâmbito, na Guarda.