A Câmara da Guarda desconhece em que ponto está o processo do Hotel de Turismo

O Presidente da Câmara da Guarda não tem qualquer informação sobre em que ponto está, o contrato que foi assinado para a concessão do Hotel de Turismo. Álvaro Amaro falou desta questão à margem da última reunião do executivo e reiterou que quer continuar por dentro do processo, o autarca lembra que há uma cláusula no contrato assinado, em que o Hotel tem que abrir nos próximo 4 anos

O Presidente da Câmara acha estranho não haver qualquer indício que indique que obras possam começar em breve no hotel de Turismo e adianta, que a câmara da Guarda ainda não recebeu qualquer contato por parte da empresa que ficou com a concessão.

Álvaro Amaro vai esperar até ao final do ano para que haja novidades sobre este processo, caso não existam desenvolvimentos até lá, o autarca diz vai questionar o governo sobre o assunto.