O cabeça de lista do CDS-PP às legislativas deste ano, defende um “curto-circuito” fiscal no interior para atrair investimento e fixar pessoas

Henrique Monteiro é o cabeça de lista pelo CDS-PP no distrito da Guarda às legislativas deste ano. O líder distrital dos centristas foi o nome anunciado, juntamente com os restantes nomes que encabeçam os círculos eleitorais do país. Há 4 anos o CDS concorreu coligado com o PSD, tendo esta coligação obtido 38 964 no distrito da Guarda, sendo a força mais votada. A última vez que o CDS foi a votos sozinho foi nas legislativas de 2011 tendo obtido 10 436 votos, a 3ª força mais votada o distrito da Guarda. Aumentar a votação no distrito da Guarda é a fasquia eleitoral para Henrique Monteiro O candidato referiu em direto no jornal da manhã da Rádio F, que aceitou encabeçar a lista do CDS pela Guarda com o sentido de missão e acrescentou que não poderia recusar o convite feito pela líder dos centristas. Quanto a propostas, Henrique Monteiro defende um “curto-circuito” fiscal para empresas no interior para atrair investimento e fixar pessoas. Na área da saúde o candidato refere que é fundamental criar politicas para fixar médicos no interior, Henrique Monteiro fala também do desinvestimento feito na ULS da Guarda por parte do Governo. (ouvir aqui)