Avança o concurso para os Passadiços do Mondego, mas pode haver atrasos

O projeto dos passadiços do Mondego vai este mês a concurso mas a obra sofreu um atraso, uma vez que foi alterada a lei da contratação e tem de se fazer a revisão do projeto. O presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, considera que o concurso pode demorar uns 7 meses e que a obra ainda não tem garantia de financiamento.