Autarca de Manteigas considera que o concelho tem todas as condições para receber a futura sede do Geopark Estrela

O presidente da Câmara de Manteigas considera que o concelho tem todas as condições para receber a futura sede da Associação Geopark Estrela. Esmeraldo Carvalhinho disse aos jornalistas que ainda é cedo para abordar algumas questões em relação a este assunto, uma vez que há uma candidatura da Serra da Estrela a Geopark Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. De qualquer forma, o autarca de Manteigas refere que o concelho tem vários factores que têm de ser levados em conta aquando da escolha da nova sede.

A decisão formal da UNESCO sobre a classificação do Geopark Estrela deverá ser conhecida entre Setembro de 2018 ou na primavera de 2019, Esmeraldo Carvalhinho espera que haja bom senso na decisão. A criação do Geopark Estrela resultou de uma parceria do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) com a Universidade da Beira Interior e com os municípios de Gouveia, Manteigas, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Guarda, Seia, Oliveira do Hospital, Covilhã e Belmonte.