António Costa disse na Guarda que o eixo ferroviário entre Aveiro e Salamanca vai potenciar a centralidade da Guarda

O secretário-geral do PS esteve ontem na Guarda a apoiar a candidatura de Eduardo Brito à camara da Guarda, António Costa falou do eixo ferroviário entre Aveiro e Salamanca, o também atual primeiro-ministro referiu que este investimento vai permitir que a Guarda, venha a ter uma grande capacidade competitiva nesta região.

Antes, O candidato à camara da Guarda pelo PS referiu que o concelho está a afastar-se cada vez mais das outras cidades da região, Eduardo Brito voltou a referir os números do Instituto Nacional de estatística.

O candidato socialista falou ainda das tarifas da água no concelho, dos ajustes diretos feitos pela atual maioria, e voltou a referir que o IMI na Guarda é dos mais altos a nível nacional. No discurso também não esqueceu as festas realizadas pelo atual executivo, Eduardo Brito referiu que os eventos em excesso só servem para omitir os reais problemas da Guarda. A aposta na criação de um fundo para fomentar o emprego continua a ser uma das bandeiras dos Socialistas. O Eduardo Brito aproveitou a presença de António Costa, para reivindicar a 2ª fase do hospital e a abolição das portagens na A23 e A25.

O secretário-geral do PS, está convicto que Eduardo Brito vai conquistar a câmara da Guarda e anotou as reivindicações do candidato socialista. António Costa acredita que a visão do socialista Eduardo Brito é o caminho que todos os autarcas devem seguir.

No interior do país António Costa, não esqueceu algumas das medidas já tomadas pelo Governos PS, a redução do IRC e das Portagens foi uma das Bandeiras apresentadas pelo Secretário-geral do PS.

O secretário-geral do PS não esqueceu o lançamento do concurso da requalificação da linha da beira baixa, falou do projeto ferroviário que vai ligar Aveiro a Salamanca e salientou as potencialidades da centralidade da Guarda.