Álvaro Amaro mantém sensivelmente a mesma estrutura de atribuição de Pelouros do anterior mandato

Decorreu ontem à tarde a primeira reunião do novo executivo da Câmara da Guarda, que serviu essencialmente para a atribuição de pelouros aos Vereadores. O presidente da Câmara, Álvaro Amaro voltou a referir que no executivo camarário não deve haver vereadores da oposição.

Quanto às nomeações, Carlos Chaves Monteiro continua como Vice-Presidente e tutela a divisão administrativa, financeira e património e fica com a pasta do desporto, já a nova vereadora Lucília Monteiro fica com as pastas da ação social, educação e juventude. O vereador Sérgio Costa tutela o planeamento, a gestão urbanística e obras municipais e a divisão de equipamentos e infraestruturas, e acumula os gabinetes técnicos Florestal e de Sanidade e Higiene Veterinária, para além da Proteção Civil. Victor Amaral, continua a meio tempo com a Divisão da Cultura, Turismo e Desporto. A dependência direta do Presidente fica o gabinete de comunicação e relações públicas, a informática, modernização administrativa e qualidade e o gabinete de desenvolvimento estratégico e apoio ao investimento. Álvaro Amaro destacou estas atribuições, e referiu que a partir de Janeiro deverá haver alterações na delegação de competências.

O regimento do executivo, competências, a presidência do conselho de administração do SMAS e o representante do Municipio na comissão de proteção de crianças e jovens em risco também foi votado. Os vereadores do PS abstiveram-se em todos os pontos, Álvaro Amaro considerou esta posição tomada pela oposição, como natural e normal.

O vereador do PS, Eduardo Brito justificou que a abstenção foi natural, referindo que todas as nomeações são da responsabilidade política do presidente da câmara, deixando todas as condições para uma governação tranquila. Eduardo Brito acrescentou que os vereadores da oposição vão participar ativamente na vida câmara. O vereador socialista esclareceu que todos os dossiers vão ser analisados, sem que haja um sentido de voto pré-definido.

Álvaro Amaro mantém sensivelmente a mesma estrutura do anterior mandato. Carlos Monteiro é o Vice-presidente, Lucília Monteiro e Sergio Costa como vereadores a tempo inteiro e Victor Amaral continua a meio tempo, como sucedeu no anterior mandato. Resta acrescentar que o executivo reúne 2 vezes por mês, na 2ª e 4ª segunda-feira de cada mês, às 15h, sendo a segunda reunião mensal à porta aberta. Carlos Condesso e Cecília Amaro continuam a desempenhar as mesmas funções no gabinete de Álvaro Amaro.