Álvaro Amaro diz que recebeu palavras de tranquilidade do administrador da DURA, quanto ao futuro da unidade industrial da Guarda

O presidente da Câmara da Guarda diz que recebeu palavras de tranquilidade do administrador da DURA, quanto ao futuro da empresa do ramo automóvel que tem uma unidade em Vila Cortez.

Álvaro Amaro falou, esta semana, com a administração da empresa e refere que lhe foi garantido que a DURA não vai fechar. Contudo, houve despedimentos por mútuo acordo. Álvaro Amaro adianta que também lhe foi dito que a vontade da administração é colocar a fábrica no mapa.

Já os vereadores do PS colocam algumas dúvidas. Pedro Fonseca diz que visitou a fábrica há 3 ou 4 meses e que ficou com a ideia de que a DURA não tinha problemas. No entanto, gostava de ouvir uma explicação por parte da empresa.

 

Foto: DR