A poucos dias do início da Semana do Caloiro, a presidente da Associação Académica do Instituto Politécnico da Guarda, disse em entrevista à Rádio F que a falta de alojamentos para estudantes e a quase inexistência de transportes públicos para o campus do IPG são dois grandes problemas que têm que ser resolvidos no mais curto espaço de tempo.

Beatriz Silva confirmou que vários alunos que foram colocados no Politécnico tiveram de abandonar e regressaram a casa por falta de alojamento na cidade. A estudante, que está a tirar um mestrado aponta o dedo ao Governo, pelas várias promessas que fez e que não foram cumpridas. Beatriz Silva diz que a falta de um único aluno no IPG faz toda a diferença. A presidente da Associação tem conhecimento que voltaram para casa entre 5 a 7 alunos por falta de alojamento. Outro problema é a quase inexistência de transportes públicos para o IPG. Beatriz Silva acrescenta que os horários e os locais de passagem não estão ajustados às necessidades. A presidente da Associação Académica espera que os dois problemas que mais afligem os alunos nesta altura do ano, sejam resolvidos o quanto antes porque em breve vão entrar mais estudantes.

O website da Rádio F utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close